COR - Córdoba

Cuarteto irreverente

Fundada em 1573, no centro geográfico da atual Argentina, é uma das cidades mais antigas do país. Aqui foi instalada, pelos jesuítas, a primeira universidade do extremo sul da América – o que valeu a Córdoba a alcunha “A Douta”. O patrimônio histórico foi bem preservado: flanar pelo Centro é deparar com igrejas e monumentos dos séculos 16 e 17.

Mas a cidade não vive do seu passado. Córdoba é também a segunda maior cidade do país, e uma metrópole respeitável. É sede de três montadoras automobilísticas e ultimamente tornou-se um promissor polo tecnológico.

Uma bem resolvida rede de metrô e corredores de ônibus ajuda a aproveitar a vida urbana e a boemia animada da cidade. Nos fins de semana, faça como os cordobeses e suba às charmosas estâncias serranas que circundam a cidade.​

Córdoba é a única metrópole do Cone Sul que tem missões jesuítas preservadas em pleno centro da cidade: é a Manzana Jesuítica, próxima à Plaza San Martín. Perto dali, visite o Museu de Belas Artes Evita Perón, que ocupa o belo Palacio Ferreyra.

À noite, experimente o drinque oficial da cidade, Fernet com Coca-Cola, e descubra o ritmo que põe o tango de lado: o cuarteto. Os bares se concentram em Nueva Córdoba; as danceterias ficam no Ex-Abasto (do outro lado do rio) e no bairro Chateau Carreras (para os mauricinhos). A rota gastronômica passa pelo Cerro de Las Rosas.

Na hora de descansar, a pedida é fazer bate-voltas até as estâncias serranas, como Villa General Belgrano, La Cumbre ou La Cumbrecita.

volver