MVD - Montevidéu

Montevidéu

Doce deleite

Por Ricardo Freire

Oficialmente o Oceano Atlântico só começa em Punta del Este, mas o Rio da Prata está tão presente em Montevidéu que todos se referem a ele como ‘mar’.

O Prata contorna a península onde está o centro histórico e então desenha uma orla de balneário para os bairros residenciais. Em Punta Carretas e Pocitos estão shoppings, restaurantes e a vida noturna; em Buceo, a marina; em Carrasco, mais afastado, as mansões dos ricos.

A arquitetura conta a história da expansão da cidade, dos prédios clássicos da cidade velha à elegância anos 60 dos bairros da orla. É a maior metrópole do mundo gaúcho – um lugar onde ninguém vive sem carne e mate (e dulce de leche). Um destino na medida para explorar num fim de semana.

O que fazer em Montevidéu

Na Cidade Velha, faça a visita guiada ao Teatro Solís; almoce no balcão de um dos restaurantes do Mercado del Puerto, vendo o churrasco ser preparado à sua frente; visite o Museu do Carnaval; tome um expresso no Café Brasilero.

Vá sexta ou sábado à noite ao Bar Fun Fun e fique para ouvir a banda de candombe. No domingo, a feira Tristán Narvaja (de hortaliças, bichos, antiguidades e cacarecos) é imperdível.

Colonia del Sacramento é muito longe para um bate-volta; visite a cidade a caminho de Buenos Aires ou durma lá uma noite pelo menos. É possível passear em Punta del Este de carro; mas no verão o bacana é ficar uns dias por lá.

voltar