NVT - Navegantes

Navegantes

O hub do Vale

Por Ricardo Freire

No começo do século passado, o povoado ganhou este nome por ter muitos navegantes entre os seus moradores. No século 21, porém, a maioria dos navegantes chega pelo ar: aqui fica o mais importante aeroporto do Norte de Santa Catarina.

Por Navegantes, passam executivos a caminho de Blumenau e do porto de Itajaí; turistas que vão para Balneário Camboriú, Beto Carrero World e Bombinhas – além, claro, dos moradores de todo o Vale do Itajaí.

É uma região que revela duas das maiores influências da cultura catarinense: os açorianos, que colonizaram o litoral, e os alemães, que desenvolveram o vale. É tudo muito perto: num mesmo dia você pode almoçar peixe com pirão d’água em Penha e jantar marreco com chucute em Pomerode.

O que fazer em Navegantes

Na zona alemã, com acesso pela SC-470, não perca as compras (cristais e malhas) e a visita à cervejaria artesanal Eisenbahn em Blumenau, o passeio pelo caminho da arquitetura enxaimel na zona rural de Pomerode e os parques aquáticos de Gaspar.

Se for ao Beto Carrero World – e o parque realmente vale a viagem –, dê uma escapada à vizinha Penha para comer comida açoriana no restaurante Pirão d’Água (experimente a sopa de feijão com banana).

As praias mais badaladas de Balneário Camboriú são a Brava de Itajaí (acesso por Cabeçudas), Estaleirinho (com lounges de praia) e Pinho (naturismo). Procurando praias de mar calmo, estique até Bombinhas, que fica 30 km ao Sul de “Balneário” (como é chamada pelos habitués).

​​