ROS - Rosário

Indefinido

Puerto Alegre

Terra natal de Che Guevara e de Lionel Messi, Rosário gravita em torno do Rio Paraná. Seu porto é o mais importante para exportações de grãos da Argentina.

Recentemente, a área às margens das águas, conhecida como Ribera, foi recuperada, dando um novo alento à região central. Parques e pistas de caminhada, restaurantes e pontos de comidinhas, galerias de arte e lojinhas transadas revitalizaram a região e garantiram um agito extra para as praias fluviais, frequentadíssimas no verão.

A cidade é bastante animada, com bares lotados e festivais de rua. Os parques garantem qualidade de vida e a arquitetura é especialmente rica – locais como a Pasaje Monroe e a Ruta Modernista são belos corredores de edifícios de influência art déco e modernista.

Um dos passeios mais interessantes para se fazer é cruzar o Rio Paraná no barco Ciudad de Rosário e conhecer as ilhas fluviais próximas à cidade. No verão, é possível curtir as águas do rio também nas praias do balneário La Florida – como é pago, oferece mais tranquilidade do que a orla pública.

O Centro reserva ícones como a casa onde nasceu o guerrilheiro revolucionário Che Guevara, e o monumento à bandeira nacional, que foi desenhada na cidade. Visite os museus: o da Memória procura manter viva a dura lembrança das ditaduras militares; o MACRo é de arte contemporânea e o de Belas Artes, um dos mais importantes do país.

O futebol também é outra atração rosarina: as torcidas de Rosario Central e Newell’s Old Boys estão entre as mais fiéis da Argentina.

voltar