Conheça nosso atendimento e saiba como viajar
com um cão de apoio emocional

A GOL cuida para que todos tenham a melhor experiência voando. Por isso, passageiros que necessitam de atenção especial por sua

condição emocional/psiquiátrica, podem viajar com seu cão de acompanhamento.

Esse serviço está disponível somente para voos com origem ou destino aos Estados Unidos.

Veja abaixo os requisitos necessários para solicitar o embarque do cão de apoio emocional após a compra da passagem:

 
 

Documentação necessária

Todos os documentos listados abaixo devem ser enviados para análise com antecedência mínima de 72 horas através do e-mail medif@voegol.com.br.

  • Formulário de informação médica, o MEDIF, preenchido e assinado por seu médico pessoal. Nossos atendentes entrarão em contato para garantir que os procedimentos corretos e documentação aplicável estejam conformes para aceitação.
  • Atestado ou carta de um profissional de saúde mental (identificado pelo número do registro, tipo e estado de emissão da carteira), em que conste o seu estado de saúde*, comprovando que o cliente está sob seus cuidados. O atestado também deve indicar que o animal é indispensável para sua companhia e bem-estar emocional e deve ter no máximo 1 ano desde a data de emissão em relação a data do voo.
    * O estado de saúde do passageiro deve estar reconhecido no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais.
  • Além disso, deve ser apresentado um atestado sanitário, carteira de vacinação e outros documentos de saúde do animal. Clique aqui para saber mais detalhes.
 
 

Acomodação

  • Para levar o seu cão de acompanhamento, o passageiro deve viajar em um assento localizado na área da janela.
  • O cão não pode avançar pelo corredor e nem ficar próximo às saídas de emergência. Se o cliente desejar, os animais de menor porte podem ser acomodados em caixa de transporte (kennel). Para ver as dimensões permitidas, clique aqui.
  • O uso da coleira é obrigatório durante todo o período de voo e é recomendável que o cliente leve focinheira (caso necessário) e tapetinho de xixi, para que o animal possa fazer as necessidades.
  • Caso o cão apresente comportamento agressivo, rosnando ou mesmo saltando sobre os demais clientes ou animais que estejam no mesmo voo, o embarque pode ser negado.

Importante:Todos os documentos do animal devem ser originais. Nos casos em que os documentos não forem aceitos, o cliente terá reembolso total do valor da passagem.

 
 
 
  • Compartilhe