Confira informações sobre formulários médicos exigidos, equipamentos a bordo, entre outras

No caso de algumas doenças agudas (cardiorrespiratórias, AVC, entre outras), cirurgias, lesões provocadas por acidentes ou condições crônicas, é preciso obter uma autorização prévia da equipe médica da GOL para viajar. Por isso, contate o nosso atendimento para saber quais documentos e formulários devem ser providenciados antes do embarque.

MEDIF

Algumas doenças podem ter suas condições agravadas dentro do avião. O MEDIF é um formulário com informações médicas utilizado pelas companhias aéreas do mundo inteiro. Ele deve ser preenchido pelo médico do cliente enfermo e enviado à GOL até 48 horas antes do voo. A equipe médica da GOL, após análise criteriosa do formulário, emite um parecer que certifica a aptidão ou não de o cliente realizar a viagem aérea. Caso exista alguma dúvida em relação ao MEDIF, assim como a necessidade de exames adicionais, eles poderão ser solicitados, sem ônus para a GOL.

Maca a bordo

Se a sua condição de saúde não permite que você viaje sentado ou com o encosto na posição vertical, a GOL oferece um serviço de transporte em maca. Para solicitá-lo, é preciso enviar o formulário MEDIF (até 48 horas antes do voo, veja acima), que será avaliado pela nossa equipe médica.

Oxigênio a bordo

Clientes com problemas cardíacos ou respiratórios e que necessitem de oxigênio suplementar a bordo devem nos enviar o MEDIF (até 48 horas antes do voo, veja acima) antes da viagem. A GOL não disponibiliza balões de oxigênio nos voos ou nas salas de embarque e desembarque.

FREMEC

Caso a sua condição de saúde seja crônica e estável – e você seja um cliente frequente em nossos voos –, sugerimos o preenchimento e o envio do FREMEC, com até 48 horas de antecedência, para análise da equipe médica da GOL. Após a aprovação do formulário, é emitido um cartão (com prazo de validade pré-determinado) para você usar nas viagens.

Equipamentos médicos e medicamentos

Alguns equipamentos médicos têm o embarque autorizado como bagagem de mão, mas sua utilização a bordo está proibida, como nebulizadores, concentradores de oxigênio e inaladores. Já equipamentos de uso imprescindível, como marcapassos e bombas de infusão de medicamentos contínuos, são permitidos.

No caso de agulhas e seringas a bordo, o transporte é autorizado desde que o cliente tenha em seu poder medicamentos com etiquetas profissionalmente impressas que identifiquem o remédio, o fabricante ou a indústria farmacêutica, além de receita médica.

Medicamentos podem ir na bagagem de mão, também acompanhados de receita médica. Aconselhamos você a pedir a seu médico uma receita adicional e, se necessário, providencie uma no idioma do país de destino. É sempre bom ter à mão o relatório do seu médico para apresentar às autoridades de segurança aeroportuárias.

Alguns medicamentos, como insulina, precisam de transporte adequado. Por isso, entre em contato com o laboratório fabricante para se informar sobre o acondicionamento adequado durante a viagem. Mas, atenção: não é permitido o transporte de gelo seco a bordo e nossas aeronaves não são equipadas com geladeira.

Cirurgias estéticas

Se você fez uma cirurgia plástica estética a menos de 30 dias da data do embarque, precisa nos enviar o MEDIF (até 48 horas antes do voo, veja acima) para análise da equipe médica da GOL.

  • Compartilhe